Review: WWE Friday Night SmackDown (11/01/2013)

E ai, povo! Cá estou eu mais uma vez com uma Review, e desta vez, é do WWE Friday Night SmackDown! Para aqueles que pensavam que o Show já não teria suas análises feitas por mim, pensaram errado, ehehe! Este ano, farei de tudo para entregar-vos semanalmente as análises do WWE Main Event e do WWE SmackDown. Contudo, não prometo nada, hein! Mas enfim, vamos contentar-nos com o que temos para agora.

A Brand Azul esteve em Miami, Flórida, local da última Mania. Como grande destaque e já revelado, tivemos a consagração de um novo campeão-mundial. Vimos o regresso de The Rock ao programa – após 10 anos -, e tivemos algumas lutas que eu considerei “péssimas”, digamos assim.

Então, vamos lá à análise do SmackDown? =D

O SmackDown começa com uma Promo sobre o retorno de The Rock à Brand Azul. Em seguida, Promo sobre o reinado de The Big Show, cujo enfrentará Alberto Del Rio na edição de hoje. Começa o SD!

Lilian Garcia anuncia o General Manager do programa, Booker T. Ele vai ao ringue para fazer um grande anúncio a respeito do WWE World Heavyweight Championship. Ele dá boas vindas a todos e afirma que começaremos o ano em grande. Parabeniza a edição do Raw e conclui: tudo o que o Raw pode fazer, o SmackDown pode também. Então, o Raw dessa semana deu-nos Ziggler vs. John Cena. Então hoje, teremos Antonio Cesaro vs. Randy Orton. E não é tudo… após 10 anos, The Rock está de volta à Brand Azul. No Main-Event, Big Show defenderá o cinturão-mundial numa Last Man Standing Match contra Del Rio!

Show, no entanto, vai ao ringue questionar a decisão do GM. Pergunta se é algo pessoal ou algo do gênero, e Booker diz que não. Ele pega um microfone e diz que o ex-lutador tem algo contra ele. E dá pra perceber neste segmento que o Show tá revoltado e tava cagado de medo de perder o Belt. Ele demonstrou isso, sem dúvida. Um reinado iniciado num PPV, que durou cerca de dois meses… acabar assim, de repente, num SmackDown… é meio “no-sense”. Pelo menos para mim… Eu esperava algo para o Rumble, mas a WWE quis que fosse no SD, então, quem sou eu no jogo do bicho? (risos)

Retornando ao segmento, Big Show fala a Booker que ele precisa mudar de idéias, e é aí que aparece Alberto Del Rio. Del Rio arremata Show para fora do ringue com um Dropkick e este último rebate afirmando que destruirá o mexicano mais logo. A seguir, Randy Orton vs. Antonio Cesaro!

Single’s Match: WWE United States Champion Antonio Cesaro vs. “The Apex Predator” Randy Orton – *
Porra… Só deu Cesaro, cara. Poxa vida… o que está a acontecer com o Orton? Ele tava simplesmente morto, apagado! Sem motivação nenhuma para lutar, entrou com cara de Heel e pá… WWE, sinceramente?! Aplica o Turn no cara!
Enfim, primeira luta entre os dois, segundo informa a WWE… só deu, como disse, Cesaro. Orton começou com uns murrinhos mas o campeão dos Estados Unidos logo aplicou uma série de Upercuts e Headlocks em Randy. O Viper, por sua vez, conseguiu executar uma Clothesline lá fora, e foi só isso. Cesaro aplicou Scoopslams, Backbreakers e etc… uma linda sequência, sem dúvidas. O cara tá realmente dominando a USA Title Division e dominará o SmackDown futuramente. Ele tem tudo os tools para ser um Top-Heel, é só questão de investimento. Já o Orton… só vejo-o num grande Angle caso um Heel-Turn seja concretizado em breve. Se ele continuar assim, prevejo 2013 igual a 2012, alias, pior! O Orton aplicou a mesma coisa de sempre – o que é chato, na boa. Sou fã do cara, é o meu favorito de sempre… mas precisa-se de mudanças. Aplicou duas Clotheslines, um Powerslam, um DDT e tentou o RKO. Contudo, a The Shield interferiu e o combate acabou em No Contest.
No Contest.

Passamos ao telão e estamos com CM Punk e Paul Heyman no Sun Life Stadium – local da última WWE WrestleMania -, onde The Rock derrotou John Cena, algo que foi relembrado por Punk no vídeo. Punk afirma que é um grande fã de Rock e principalmente da carreira dele no futebol-americano. O campeão da WWE afirma que ele já não é jogador de futebol-americano, seus dias de glória enquanto era jovem passaram. A WWE não é território dele, a WWE é algo que ele dominou. Mas isso foi passado! Hoje, é a era de CM Punk. Estamos em outra era e de há dois anos para cá, a única coisa que vemos em Rock é: “Finally, The Rock has comeback…”
O “Best In The World” finaliza o segmento afirmando que Rock nunca poderá dizer que finalmente retornou a casa. E sinceramente, não poderá mesmo. LOL. Conforme as coisas andam, é impossível. Acho que neste momento, o Rock só serve para Road To WrestleMania e para algumas participações especiais (e quando pode né). A luta entre eles tá muito imprevisível, lógico. Tá igual a Cena vs. Rock, ninguém sabe quem ganha… mas eu estou começando a achar que dá Punk, sinceramente.

A seguir teremos uma Mixed Tag Team Match. Em seguida, vamos a uma rápida entrevista de Alberto Del Rio, onde ele afirma que Big Show não sabe de nada do povo latino. Del Rio conclui que no final da noite, ele será coroado o WWE World Heavyweight Champion.

Mixed Tag Team Match: “Mr.Money In The Bank” Dolph Ziggler & AJ Lee vs. The Great Khali & Natalya – *
Sinceramente viu, WWE? Colocar o Ziggler “à prova” com o Khali é pecado. Tá doido… o cara está acabado, deveria pintar nos bastidores enquanto é tempo. Não há nada neste mundo que possa se enquadrar ao Khali. Nem Feuds, nem mais nada. Nem com uma mudança de personagem… para mim, Great Khali foi Wrestler entre 2006-2007.
A luta em si foi um lixo. Sequer devia ter sido realizada. Durou cerca de 05 minutos (ou nem isso). Começou com o Ziggler e com o Khali, mas Ziggler logo fez o Tag com AJ – obrigando o gigante a fazer com Tag com Natalya também. Natalya tentou logo um Sharpshooter, foi mal-sucedido, AJ “morde” a orelha esquerda de Nat e aplica uma manobra de Top-Rope e vence a luta. Na real, ridícula esta luta. Ponto negativo para o episódio de hoje.
Vencedores: Dolph Ziggler e AJ Lee.

Voltamos ao Sun Life Stadium, e desta vez é Paul Heyman quem fala. Heyman diz que a Era de Punk é a mais importante de há uns anos para cá e revela que, pelo menos para si, a opinião sobre isso de The Rock não importa, legitimamente. Eles caminham pelo Sun Life e a WWE anuncia The Rock no ringue do SmackDown a seguir.

The RockE chega a hora. The Rock finalmente regressa ao WWE Friday Night SmackDown pela primeira vez após 10 longos anos de ausência. Ele recebe uma grande ovação e demonstra toda a felicidade por retornar a Miami e também ao SmackDown. Um segmento considerado “bom”de se ver. Tivemos Rock relembrando suas conquistas, felicitando o povo de Miami e apontando a presença de Flo Rida na arena… mas nada de “novo”. As mesmas Catchs, as mesmas risadas… The Rock, simplesmente. Porém, a Team Rhodes Scholars resolve interromper a Promo. Rock zomba de Cody Rhodes, e Sandow lança um desafio a ao “People’s Champion”: responder três questões e se conseguir responder corretamente, eles sairão dali. Rock responde, brinca com Lilian Garcia e resolve ser ele desta vez a questionar Sandow. Assim que o parceiro de Rhodes coloca-se à frente de Rock… Rock Bottom. Cody pelo menos teve “Cojones” de partir pra cima do “Miami’s Own”, mas logo recebeu uma People’s Elbow. Fim, LOL.
Segmento nota 7, deu para nos entreter, não tem pra quê mentir :P. Só acho que o Rock deveria inovar algumas coisas… todas as suas Promos são extremamente boas, sem dúvida. Ele domina o Mic… mas precisa “remodelar” certas coisas. Enfim…

Handicap Match: Sheamus vs. 3MB – *
Outro ponto negativo para este episódio. Não sei se foi para dar destaque ao Sheamus, para dar-lhe um imagem de “dominante”… ou se foi para ridicularizar os 3MB. Alias, eles são ridículos. São uma “Stable” completamente desnecessária na WWE. O único dali que podia ser fortemente aproveitado era o Drew McIntyre, mas não dá mais. Se não for demitido em breve, considero milagre LOL. Ah, e acho que não precisa de descrição da luta. Os caras saíram do ringue, Slater voltou e Brogue Kick. Adeus… e o Sheamus não ganha a Royal Rumble, podem anotar. Tá mais para John Cena e até mesmo Randy Orton, mesmo com sua péssima performance no SmackDown de hoje. Até agora, não vi nada de interessante no Show a não ser o segmento do Rock… vamos à Tag Match.
Vencedor: Sheamus.

Tag Team Match: WWE Tag Team Champions Team Hell No vs. The Prime Time Players – *
Bem, dos 05 minutos que teve, até que não foi tão morgada. Começou com o Bryan e o Titus e ambos logo fizeram o Tag. Kane aplicou uma sequência de Clotheslines e um belo Side Slam em Darren Young. Tentou o Cover, sem sucesso. Tentou o Chokeslam mas foi interrompido por Titus, e é aí que Bryan interfere na parada com uma grande Dive. Kane retorna a atacar Darren. Chokeslam, e fim. E pessoal… estou com um feeling de que os Hell No perdem os títulos para a Rhodes Scholars. Não sei, alguma coisa me diz isso, e alguma coisa me diz que poderemos ver Kane vs. Daniel Bryan na WWE WrestleMania. Acho que a única “Rowl” para os dois é a separação e voltarmos ao mês de Agosto, por exemplo… e utilizar esse exemplo na Mania. Mas não sei, estamos falando de WWE, tudo pode acontecer, inclusive decisões acertadas e decisões cagadas. Vamos ver…
Vencedores: Team Hell No.

Hora do Main-Event!

World Heavyweight Championship Last Man Standing Match: WWE World Heavyweight Champion The Big Show vs. Alberto Del Rio – **
Como todos nós já sabíamos do resultado, só nos restava ver como havia sido a luta em si. Spoilers não adiantam de nada, e tampouco os relatórios norte-americanos. Como diz o ditado… só acredito (que foi uma boa Match) vendo. Então, vamos lá.
Del Rio começou logo atacando o joelho de Show mas foi rapidamente travado. De acordo com as informações do PWInsider, a WWE “bookou” a Match como “sofrida, mas ganha” pelo Mexicano. E galera, de fato, o cara sofreu, haha. Sofreu manobras sobre mesas, levou cadeiradas… mas o cara soube revidar, hein! Também aplicou diversas cadeiradas, e conseguiu aplicar o Cross Armbreaker entre as cordas! Só vendo para compreender como foi. Show, por sua vez, conseguiu reverter e colocou Alberto no chão.
Voltamos do intervalo, e o ex-WWE Champion está trabalhando no braço esquerdo do “Giant”. Este último, no entanto, consegue escapar, vai curiar o que há debaixo do ringue e pega outra Table – colocando-a no ringue. Del Rio, porém, não se deixa intimidar e derruba Show com um Dropkick que lhe arremata para a mesa. Primeira vez em que Del Rio coloca Show no chão neste combate. A luta em si até que está a ser interessante… também, a única luta atrativa deste episódio, na boa. A primeira, que até estava mediana, acabou em No Contest. As restantes, como diz o meu amigo… “sinceramente, fala sério.” Esta, mesmo sabendo o resultado desde terça-feira, valeu a pena conferir. Pelo menos para mim valeu.
… Del Rio tentou atacar o rival em mais ocasiões, todavia, sofreu um Chokeslam. Ele levanta-se quando a contagem vai até 06. Fora do ringue, o aliado de Ricardo Rodriguez sofre novamente ao ser atingido por uma Shoulder Block de Show entre as barreiras. O então campeão-mundial enfurece-se e aplica o WMD. Sem sucesso, Del Rio levanta-se quando a contagem está 8. Porra… o fim do reinado do Show foi muito no-sense pessoal, na boa. Pelo menos é esta a minha opinião. Acabou de forma repentina, no qual ninguém esperava. Tá certo que coisas inesperadas são boas de acontecerem no mundo da WWE, mas não agora. Os caras nem em Feuds estavam direito LOL. Esperava algo para o Royal Rumble (como disse), pro Elimination Chamber… esperava tudo, menos agora.
Enfim, o agora novo campeão-mundial consegue jogar o gigante entre a mesa de comentaristas e, enquanto está se levantando, faz com que a mesa se desloque e fica por cima do Heel. E é lá que ela fica. O juiz efetua a contagem e Del Rio consagra-se, pela primeira vez, WWE World Heavyweight Champion (sem contar com o WWE Title, viu…). Bom, espero um bom reinado, mas não o vejo com um reinado tão longo como Champion. Talvez vá até à Mania, mas em Maio, tenho certeza que ele não terá mais o Belt. Anyway… parabéns, Alberto.
Vencedor: Alberto Del Rio.

E chegamos ao fim do segundo Friday Night SmackDown de 2013! Gostaram? Sim? Não? Comentem!
 Pessoal, vou ser sincero… eu não gostei. Surpreendi-me muito com o que vi, totalmente contraditório ao que eu pensei que seria. Não teve grandes lutas, grandes segmentos (a não ser o do Rock e o vídeo do CM Punk)… Orton apareceu totalmente desanimado no programa…. Acho que se não fosse a mudança de título, provavelmente eu não assistiria ao Show. para vocês terem ideia… há 04 meses que não vejo um episódio do SmackDown. O que explica a ausência das Reviews deste Show. Mas vá, estou fazendo um esforço e tentarei trazer-vos todas as semanas o SD e o Main-Event.

Nota do Show de hoje: 6/10.

Anúncios

Publicado em 12 de janeiro de 2013, em Reviews, SmackDown e marcado como . Adicione o link aos favoritos. 4 Comentários.

  1. Cara acho que o Orton vai ter por causa de seu apagamento um grande push como heel,pode muito facilmente ganhar o Royal Rumble ou se não ganhar o World Heavywheight Championchip
    acho que a WWE só fez o Albert oDel Rio ganhar o World Heavywhieght Championchip para o Orton (como Heel) não tirar o título de outro Heel,mas enfim Orton pode estra um pouco apagado para ter um grande push.

  2. Cara, realmente, vendo pelos spoilers, esperava mais desse show, pelo que você escreveu, o show realmente foi muito fraco. Destaque pro ME que mesmo sendo uma boa luta, acabou de forma muito estranha, Show nem estava tão ruim assim, não merecia perder o título num SD da forma que perdeu. Enfim, Del Rio aguenta até o Elimination Chamber com o título, novamente, será somente um campeão de transição, sem ter um reinado bom.

    Tirando isso e os segmentos do Punk (o do Rock foi a mesma coisa) só tivemos a luta entre Cesaro e Orton de bom. É chato ver o Orton da forma que está, mas é bom ver que mesmo a WWE não colocando o Cesaro em feuds decentes pelo título, o coloca contra adversários ME e nessa luta ele até saiu por cima, mesmo com o No Contest.

    Bem, bom ver suas Reviews de volta (deveria fazer do IMPACT *-*) e realmente, o SD anda fraco, e não vejo as coisas mudando em breve…

  3. Bom, como já te falei Alencar, discordo fortemente da sua opinião.

    Pra mim foi sim um show muito bom pra se assistir, só a necessidade de pular algumas partes. Se ver bem, as piores partes foram a mixed tag team, e o segmento do Sheamus com a 3MB, mas se juntar os dois não dá nem 10 minutos, não atrapalha tanto.

    A luta de tags foi bem legal de se ver, longe de ser uma grande luta, mas o diving move do Bryan valeu os minutos que ela durou.

    Orton vs Cesaro na verdade foi uma luta ótima pra se assistir, na boa, em momento algum eu me senti entediado vendo a match, 90% foi por Cesaro, é claro, que vem lutando uma maravilha, mesmo sem ter nenhuma feud faz tempo. Em relação a Orton, não vou ficar aqui criticando ele, já o faço muito, mas se ele está desanimado daquele jeito porque está forçando a WWE a lhe dar um turn, o que pra vocês parece uma coisa boa, pra mim é uma enorme falta de profissionalismo e uma birra sem tamanho… enfim, é o grande Orton

    Promo do Rock foi mais legalzinha do que as ultimas que ele vem fazendo, pela primeira vez desde que voltou ele me arrancou risadas, quando falou com a Lilian Garcia, mas nada demais. Enfim, na WWE, colocar Sandow e Rhodes pra promar com o Rock, é o mesmo que colocar o JTG numa Career I Quit Match contra John Cena, é pedir pro cara ser estuprado no ring.

    E o Main Event, luta um pouco longa pra um Smackdown, mas muito bem feita. Falaram que a ideia era fazer o Del Rio vencer com muito sofrimento, e conseguiram de forma majestosa, Del Rio suou sangue pra vencer Big Show. Na boa, armas muito bem utilizadas, duas tables quebradas, e finalmente Del Rio conseguiu se adequar a luta, e não tentar fazer a luta se adequar a ele, o que sempre foi ridiculo. Cito dois pontos importantes, Ricardo Rodriguez que trabalhou de forma fantastica, as expressões faciais, o desespero em ajudar Del Rio, mas sem interferir demais na match. E principalmente o pop que Del Rio recebeu quando venceu, um pop que Sheamus nunca viu em seu longo reinado com o WHC, e um pop que The Rock não recebeu ao entrar na arena, que era em Miami, sua casa.

    Por esses pontos eu digo, não foi um SD ao nivel que era em 2008 por exemplo, mas foi MUITO melhor do que vinha sendo ultimamente, pra quem não tem muito o que fazer, assistir esse Smackdown pode ser uma boa sim

Escreva seu comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: